Aquidauana, MS – parte 2

Nesta segunda parte da aventura que vivemos na cidade sul mato-grossense, Aquidauana  fomos nos aventurar mais próximo da natureza. Este passeio foi uma sugestão dos nosso amigos Danilo e Mariana que toparam entrar nesta conosco.

A cidade é conhecida como a porta para o Pantanal, um dos mais belos eco sistemas do mundo, além disso tem muita riqueza histórica por se uma das primeiras 34 cidades construídas na América.

Este passeio pelo centro histórico você pode conferir no primeiro post sobre esta bela cidade.

Vamos lá!

Nossa aventura teve como objetivo chegar ao topo do Morro do Paxixi, que tem uma vista privilegiada. este morro está localizado na Serra de Bodoquena. Nós saímos do centro de Aquidauana e seguimos em direção ao distrito de Camisão, passando por estrada de chão bem conservadas que dá pra andar de boa.

serra de frente

Passando por este distrito começamos o trajeto até a subida. Como mencionei antes, a estrada é bem boa e o percurso até o pé do morro é toda através da estrada de chão e alguns poucos pedaços encontramos asfalto.

Antes de se aventurar por lá, vale a pena buscar informações como nós fizemos pois não ha sinalização nenhuma, então para evitar se perder pesquise bastante.

Durante o caminho passamos por uma cascatinha que fica praticamente na estrada. O lugar é muito bonito e bem movimentado pelos moradores locais para fazer churrasco, piquenique e se refrescar nas águas claras do riacho.

Uma coisa que nos deixou um pouco preocupados foi a falta de conciencia das pessoas para com aquele lugar, pois encontramos muito lixo jogado no final do dia deixando a vista meio desagradável. Sempre que você for fazer alguma atividade ao ar livre leve seu lixo para casa, sempre! #ficadica

Segundo informações do pessoal que estava por lá, há outra cachoeira ali perto mas que o acesso é um pouco complicado, devido a isso e falta de sinalização acabamos não conhecendo lá.

estrada

Seguimos adiante e terminamos nossa subida costeando o Morro do Paxixi. De carro somente conseguimos chegar até onde estão localizadas diversas antenas. Lá a vista já é um espetáculo, pois da pra ver até a estrada por onde passamos.

Quando chegamos a este ponto ficamos meio chateados pois algo nos dizia que não era só aquilo. Depois de procurar um pouco encontramos a trilha que da acesso ao mirante da Serra. Durante o percurso, que dura cerca de 40 minutos, encontramos algumas pessoas e nos certificamos que estávamos no caminho certo.

Depois de muito caminhar e a evidente falta de informações na trilha, recebemos a recompensa, uma vista deslumbrante num lugar inspirador e de muita paz.

Se você gosta de aventura e curte uma caminhadinha, este é o lugar para você ir e desfrutar de muita beleza e conseguir fotos lindíssimas.

Acompanhe como foi a nossa aventura, passo a passo, no vídeo abaixo. Foi tudo muito divertido e super animado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.