O maravilhoso Cristo Redentor – Rio de Janeiro

Sei que parece um baita clichê, mas ir para o Rio e não falar deste lugar seria como ir até Foz do Iguaçu e fazer de conta que as Cataratas não existem! Então hoje o Fernandanças orgulhosamente traz até você o grande protetor da cidade maravilhosa: O Cristo Redentor!

Inaugurada em 1931 a um custo, de acordo com o Wikipedia, em torno de US$ 3,3 milhões, o Cristo Redentor é a terceira maior estátua de Cristo do mundo somente perdendo para a Estátua de Cristo Rei na Polônia e o Cristo de La Concórdia na Bolívia. O Cristo Redentor possui uma altura de 38 metros (contando o pedestal de 8m de altura), um peso de aproximadamente 1.145 toneladas e seus braços se estendem ao longo de 28m. Uma estátua digna e a altura ao que ela representa.

  • Como Chegar.

Antes de tudo vale uma DICA: Não vá de carro até o Corcovado, pois você vai encontrar dificuldades para estacionar tanto nos arredores da Estação do Trem do Cristo como também no Centro de Visitantes. Vale a pena você optar por serviços terceirizados ou públicos de transportes. No blog zigadazuca tem várias informações interessantes de como ir de metrô e de ônibus.

Existem também a empresa Paineiras-Corcovado que disponibilizam o transporte ida e volta com quatro pontos de embarque na cidade do Rio até o Corcovado e que já te levam até o ponto de acesso do Cristo Redentor. O ingresso ao monumento já está incluso no pacote desta empresa. No site você pode saber mais sobre os pontos de embarque e preços.

Um detalhe super interessante desta empresa é que ela oferece um passeio, limitado a grupos de 30 pessoas, em que você chega bem cedinho e vive uma experiência quase que exclusiva para curtir o visual do Cristo. Para você que já foi até o lá, vai lembrar de como é complicado disputar um espaço para tirar fotos e curtir a paisagem. Essa é uma experiência que quero trazer em breve para vocês, pois a tarde quando fui, tinha muita gente. Para saber mais deste passeio clique aqui.

Mas quer saber como eu fui?

Eu fui de Uber. Eu sou fã do Uber e elegi como meu meio de transporte favorito no Rio de Janeiro! O trajeto do centro onde estava hospedada até a Estação de Trem do Corcovado custou R$9,00 e levou cerca de 20 minutos para chegar lá. A volta o preço aumentou R$0,55 e o trânsito estava um pouco mais pesado.

  • Como subir.

Chegando a Rua Cosme Velho, 530 (onde está a estação do trem ou o início da estrada que vai até o Cristo), existem basicamente duas formas de subir até o Cristo Redentor: ou você vai de Van ou de trem. As vans ficam estacionadas no pé do morro e te levam até a entrada do monumento. Foi meio complicado obter informações com o pessoal das vans, mas pelo que entendi eles te cobram R$40,00 o trajeto ida e volta e você compra o ingresso para acesso no Cristo que custa R$21,36 na baixa temporada e R$31,36 na alta temporada.

Optei pelo trem pois além de nostálgico a vista do trajeto é espetacular.

Você pode comprar os ingressos pela internet através site wwwticket.corcovado.com.br ou no local, pois não há diferença de preço. O que pode acontecer é de você chegar na Estação de Trem e ter que esperar ou voltar outro dia, pois existe uma quantidade de máxima de pessoas que podem subir. Os preços do trem por adulto é de R$61,00 na baixa temporada e de R$74,00 na alta temporada, crianças de 6 a 11 anos o preço é de R$48,00 em ambas as temporadas, de R$24,00 para pessoas com mais de 60 anos em ambas as temporadas.

Na subida ou na descida você tem a opção de parar na estação do Centro de Visitantes, onde existe um mirante da cidade, um restaurante e um museu. Em função do tempo curto que tinha nesta data, não pude parar para compartilhar minha impressão deste local.

A subida leva em torno de 30 minutos e segue morro acima no meio da Floresta da Tijuca. Existem pontos onde a vegetação se abre e a paisagem revela vistas espetaculares do Rio de Janeiro, uma espécie de amostra do visual panorâmico que se tem aos pés do Cristo Redentor.

  • O que fazer.

Desembarcando na estação do Cristo, você tem a opção de subir por escadas ou por elevador.

Vale ressaltar que a acessibilidade para cadeirantes é boa, porém para chegar até o monumento existem mais dois lances curtos de escada em será necessário o auxílio de terceiros.

Recomendo você ir pelas escadas, pois consegui tirar várias fotos legais e ficar curtindo a paisagem. Pelo elevador você já chega quase que direto ao supra-sumo do passeio.

No mais é só curtir, tirar a tradicional foto de braços abertos aos pés do Cristo e inúmeras outras selfies ou fotos das inúmeras paisagens belíssimas que você vai ver lá de cima.

Uma dica: Vá pela manhã, pois o sol estará favorável para você tirar fotos lindíssimas aos pés do Cristo. Quando sair de lá, uma coisa legal a fazer é  pegar um Uber e ir até a Urca, onde existem vários barzinhos para você tomar um chopp delicioso para encerrar o dia. Eu fui e recomendo!

Agora da uma olhadinha e faça conosco este passeio através do vídeo abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.