Tirar passaporte para muitos é algo complicado e que demora muito tempo. Sim, na maioria das vezes é assim mesmo, mas há algumas situações me que você pode solicitar uma Passaporte de Emergência. Aqui vale lembrar que quem avaliará se é ou não uma emergência é o chefe do Posto do Departamento da Polícia Federal.

 

Mas em que ocasiões podemos tirar?

  •  Catástrofes Naturais;
  • Conflitos Armados;
  • Viagem imediata por motivo de saúde de quem solicita o documento, do cônjuge ou parente até segundo grau;
  • Proteção de Patrimônio;
  • Necessidade de trabalho;
  • Razões de ajuda humanitária;
  • Interesse da Administração Pública;
  • Ou outra situação emergencial cujo adiantamento de viagem traga graves transtornos ao requerente.

 

Agora vamos ao passo a passo para você fazer esta solicitação:

 

  1. Primeiramente, é preciso ter em mãos toda a documentação necessária (a mesma do passaporte comum);

 

  1. Acesse o site da Polícia Federal, da mesma forma que a solicitação do documento convencional;

 

  1. Clique em “emissão do passaporte” e preencha todos os dados solicitados;

 

  1. Não é preciso fazer agendamento ou pagar a GRU. Ela será gerada no próprio posto da Polícia Federal;

 

  1. Dirija-se à unidade da PF mais próxima de você que tenha o serviço de emissão de passaporte de emergência, já que nem todas as unidades fazem esse tipo de documento, procure se informar antes;
  2. Leve com você a documentação abaixo:

– Protocolo de solicitação;

– Documentação pessoal original que falamos no item 1;

– Documentos que comprovem a emergência: ofício, documento, atestado médico, entre outros.

 

  1. A autoridade do posto fará a avaliação da situação de emergência. Se seu caso se encaixar, uma guia de pagamento (GRU) própria do passaporte de emergência será emitida.

 

  1. Após a verificação dos documentos solicitados, coleta de digitais e captura de foto, o passaporte será feito em até 24 horas úteis.

 

  1. A entrega do passaporte de emergência, assim como o comum, só será feita ao titular, pessoalmente, munido de um documento original em bom estado. A diferença fica no prazo de emissão.

 

A taxa para este serviço por ser de emergência tem u valor mais lato do que o do convencional, gira em torno de R$335,00

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.