Um dia na cidade morena, Campo Grande, MS

Tivemos o prazer de passar um dia em Campo Grande, que é a capital de Mato Grosso do Sul e nos divertimos muito.
Nós moramos na cidade de Dourados, que fica à 224 km da capital. Saímos de carro bem cedo e chegamos por lá por volta de dez da manhã. A cidade é bem espaçosa e tem um transito tranquilo.

Nossa primeira parada foi no Parque das Nações Indígenas, que fica localizado no coração da cidade.

Este espaço é uma delícia e também considerado um dos maiores parques dentro de um perímetro urbano do mundo, contendo 119 hectares. O lugar é de fácil acesso pois possui seis entradas ao seu redor e conta com infraestrutura para prática de esportes. Possui quatro mil metros de pista asfaltada para caminhada e ciclismo, sempre rodeada pela belíssima vegetação.

Um dos cartões postais deste parque é um lindo lago que se forma próximo a nascente do córrego Prosa.
No parque acontecem diversas atividades, e uma delas é um evento chamado MS Canta, promovido pela Fundação de Cultura de Matogrosso do Sul, onde são realizados shows com diversas bandas nacionais, em datas agendadas e o que é mais bacana de graça para toda a população.

Nas dependências do parque podemos encontrar ainda dois museus, um é MARCO, Museu de Arte Contemporânea do MS e o outro é Museu das Culturas Dom Bosco, também conhecido como Museu do Índio.

O MARCO conta com uma estrutura muito bem organizada conteúdo diversas exposições itinerantes e também tem o seu acerto permanente. A entrada é gratuita. Maiores informações é só acessar http://www.fundacaodecultura.ms.gov.br/museu-de-arte-contemporanea-marco

O Museus das Culturas Dom Bosco conta com um acervo bem rico de animais empalhados, que meus dois filhos ficaram maluquinhos quando viram e também tem parte totalmente dedicada a cultura indígena onde apresentam vários objetos o ornamentos dos índios, além de esta em um local totalmente moderno e de fácil compreensão. Para conhecer você paga um ingresso de R$ 5,00 e crianças de até sete anos não pagam, seu horário de funcionamento é de terça a domingo das 08h às 16h30. Maiores informações no site http://www.mcdb.org.br

Depois disso passamos por mais um local muito apreciado por quem passa pela cidade, que é a Morada dos Baís. Como era domingo não tivemos a oportunidade de fazer a visita no museu, mas eu trago as informações de visitação para vocês. Atualmente quem administra a Morada é o SESC (Serviço Social do Comércio), lá encontramos um museu com obras de uma famosa artista sul mato-grossense chamada Lídia Baís.

Horário de funcionamento e maiores informações você consegue acessando http://www.sescms.com.br/destaques/confira-aqui-a-programacao

Agora vamos a opções noturnas desta cidade que é um encanto. Se estiver de passagem por Campo Grande e procura uma lugar onde você e sua família podem se divertir em um ambiente familiar, no Strike Boliche você encontrará isso. Para nosso inicio de noite não poderia ter sido melhor, pois o estabelecimento conta com um espaço Kids com várias opções para os pequenos e nós nos esbaldamos nas belas pistas de boliche. Para maiores informações acesse http://strikeboliche.com.br/

Depois do divertido boliche finalizamos nosso dia na capital sul mato-grossense na Feira Central. Este espaço também que é conhecido como feirona e mostra um pouco da culinária campograndense que sofreu grandes influência da comunidade japonesa que é bem considerável na cidade. Lá você poderá encontrar o prato típico da cidade, o Soba, que é feito com macarrão diferente, carne bovina ou suína unido ao tempero verde. Várias lojas com os produtos mais variados também encontram-se em um lugar bem organizado. Para mais informações acesse http://feiracentralcg.com.br/ e vá conhecer!

Este foi nosso dia na Capital Morena Campo Grande MS, espero que tenham gostado!

img_1901

img_1975

img_1808

img_1867

img_1897

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.