Uma aventura de buggy por Aquiraz – CE

Hoje a gente vai brincar na…….neve? Não… hoje a gente vai brincar nas dunas de uma cidade espetacular do Ceará!!! Isso mesmo, hoje vamos mostrar um pouco das maravilhas naturais que a cidade de Aquiráz. Essa bela e histórica cidade (foi fundada em 1699 a primeira vila do Ceará, bem como foi a primeira capital do estado do Ceará), localizada a cerca de 20km de Fortaleza, possui  mais de 35km de praias belíssimas e lagoas para se conhecer e tirar belíssimas fotos.

Mas como conhecer 35km de praia? A pé…. não daria com duas crianças! De carro alugado, nem pensar pois atolaria rapidinho e a dor de cabeça seria enorme! A solução está na AEBA, a Associação Ecológica dos Bugueiros de Aquiráz. E gente, foi muiiiiito divertido passear de buggy pelas dunas e praias de Aquiráz como vocês vão ver abaixo!

Tudo começou quando estávamos indo para o Beach Park e um cara muito simpático e engraçado nos abordou na rua e perguntou: Vocês querem passear de buggy? Aí adivinha quem foi o primeiro a dizer sim? Aliás, quem foram os primeiros a dizer sim? Nem preciso dizer que foram o João Pedro e a Naná que logo iniciaram a conversa para saber o que seria o passeio de buggy.

Marcamos para o dia seguinte encontrarmos com o bugueiro na pousada onde estávamos hospedados. E gente, o Regi foi pontualíssimo em nos buscar na pousada. Falando nele que pessoa atenciosa, querida e que sabe muito sobre o que faz e vai tornar o seu passeio além de lindo cheio de informações. Regi, grande abraço meu amigo. Nem preciso dizer que está recomendadíssimo passear de buggy com ele.

Dica: Quando você for contratar o passeio peça para ser o Regisvaldo (Regi). Você vai curtir tanto como nós curtimos.

Escolhemos um trajeto que além das praias passava pelas dunas e a Lagoa do Catú, sendo que a travessia das dunas foi com muiiiiita emoção. Isso foi o que mais gostei, pois você além de poder personalizar seu passeio não existe uma limitação de tempo em cada lugar. Em todos os lugares que estivemos, tiramos muitas fotos, nos divertimos a beça e em nenhum momento percebi no nosso guia bugueiro com aquela cara de insatisfação do tipo “caramba…eles não cansam nunca!!!!”.

Nossa primeira parada foi na Prainha, mais especificamente na Lagoa que se forma com o Rio Maceió. Como todo bom turista, aproveitamos tudo o que era oferecido por ali: Tiramos fotos com os jegues, conhecemos um senhor que viajou até a Argentina de Jangada e, para não dizer que deixamos de fazer, passeamos pela lagoa de Jangada!! Muito legal.

O Antonio e a Naná até fizeram uma espécie de sky aquático se segurando em cordas para serem puxados pela jangada. O João antes com medo, quando viu que nada aconteceu com a irmã pulou na água para ir junto com o pai dele nesta aventura aquática.

Neste lugar também conhecemos o menor caranguejo do Ceará que vive nos marismas que surgem ao longo da lagoa.

Dica: Recomendadíssimo pois é muito seguro, didático e diferente de tudo o que estamos acostumados a ver e fazer! A não ser que você, meu querido leitor e seguidor viva, no Ceará, é claro! Para tirar fotos com os jegues e andar com eles pela praia, pagamos R$10,00 cada, e o passeio de Jangada que durou como uns 30 a 45 minutos pagamos R$50,00 para nós quatro.

Nossa próxima aventura foi AQUELA aventura! Passamos pelas dunas entre a Prainha e a Lagoa do Catú. Como pedimos com aventura o Regi mandou ver!!! Depois de sobe e desce e muitos gritos resultantes da adrenalina, chegamos a um local da lagoa onde conhecemos o sky bunda e o insano natural!

O João Pedro não precisou de muito de incentivo e, desta vez, foi a Naná que, ao ver que o João desceu como uma bala e ria horrores de felicidade, também foi. Nós como pais zelosos e poupadores, deixamos as crianças se divertirem para valer.

Dica: O sky bunda, que é uma descida de prancha (sand board) até a lagoa custou R$10,00 por pessoa por 3 descidas, e o Insano Natural que é uma Lona em que você desce deitado em direção a Lagoa, custou R$15,00 por pessoa para 5 descidas! Ainda, nesse lugar nos foi proporcionado uma aula gratuita de fotografia! Curte só as fotos!

Dando continuidade, paramos na Praia de Iguapé para conhecer o Centro das Rendeiras. Um lugar muito bacana onde além de poder comprar presentes lindíssimos para nossos parentes e amigos (e olha que não é tão caro!) podemos ver como as rendeiras usam o bilro e o tear para fazer trabalhos espetaculares. Muito legal. Eu até me arrisquei a fazer uma renda!!!!

Dica: Para entrar neste local não é cobrado nada, apenas você vai ser abordado o tempo todo para comprar alguma coisa. Vale lembrar que a parada nesse lugar é optativo, paramos porque queríamos conhecer essa belíssima arte do tear de bilro.

Nosso passeio continuou por praias belíssimas como a Praia do Presídio, até chega a Praia do Barro Preto. Nesta última foi muito legal perceber o quanto a maré sofre variação no Nordeste do Brasil. A hora que lá chegamos (cerca de meio-dia) a maré já havia baixado e entre as rochas que existem nesta praia (de cor escura) o mar deixou ali piscinas naturais para banho e contemplação da vida silvestre.

Ali, foi muito legal poder ensinar aos nosso filhos que contemplar a natureza ao ver peixinhos, caranguejos e outros organismos marinhos que ficaram nessas piscinas naturais com a baixa da maré, é muito mais divertido que entrar nesses ambientes e ficar pisoteando para se divertir. Eles curtiram muito conhecer um pouco da fauna marinha através das aulas do nosso Oceanógrafo particular Antonio. E a praia do Barro Preto foi o nosso destino mais longínquo desta jornada.

Antes de finalizar, paramos para almoçar em um local indicado pelo Regi , o Brother’s Beach na prainha. Um lugar de frente pro mar em que, ao esperar o seu pedido, você pode optar em mergulhar no mar lindíssimo a sua frente, repousar em redes, cair em uma piscina ou apenas apreciar uma cervejinha geladíssima nos quiosques do restaurante. Enquanto os meninos optaram pela piscina, nós adultos estávamos ávidos por uma boa hidratação!!!

 

Dica: Nosso pedido que tinha lagostas, peixes, e acompanhamentos estava espetacular e o preço foi muito acessível: custou para nós 4, juntamente com as bebidas, R$125.00.

Nosso passeio terminou com a chegada na pousada lá pelas 15 horas e, realmente, valeu muito a pena. Além das paisagens espetaculares que conhecemos, a adrenalina da aventura das dunas, o vivenciar de culturas que nunca tínhamos tido vivência como as jangadas e as mulheres das rendas de bilro, fomos guiados por uma pessoa muito, mas muito bacana, que em todos os momentos nos deixou aproveitar ao máximo essa aventura além de ser uma enciclopédia ambulante da geografia e história da região que trabalha.

Dica: Esse último parágrafo me lembrou de outra dica importantíssima: Não se deixe levar por preços. Contrate sempre os passeios com bugueiros credenciados na AEBA. As dunas são móveis e se aventurar por elas sem experiências, seria como andar em uma estrada de chão achando que está no asfalto. Então evite acidentes e procure por pessoas que conhecem a fundo a região que moram como os bugueiros. Vale lembrar que não é propaganda e nem merchant, isso é o que percebi ao olhar para frente e não ver que a menos de 15 metros na minha frente tinha um verdadeiro precipício de areia!!!

Este passeio incrível de buggy custu R$300,00 e aqui vai uma dicas bem importantes:

  • Leve protetor solar e passe sempre que sentir calor, pois sua pele pode estar queimando no sol que não tem sombra nunca!
  • Leve dinheiro, pois a grande maioria das atrações que escrevi acima não aceitam cartão.
  • Escute e se deixe levar pelas conversas das pessoas locais que te abordam. Não custa nada e você vai aprender muito com a cultura local!
  • Leve uma mochila para deixar sua câmera, pois venta muito e você sente areia no rosto o tempo todo.
  • Leve água na sua mochila também, pois além de economizar um pouco você vai precisar se hidratar muito!
  • Não tenha medo de conversar com o bugueiro e pedir customizações no passeio, ele com certeza vai te atender e, além disso, se tornará seu amigo.

No mais, não deixe de ir para Aquiráz, mesmo que você não vá ao Beach Park. Nós não conseguimos conhecer muito dessa cidade espetacular, mas pode ter certeza que em breve você vai ouvir falar dessa simpática cidade de novo aqui no Fernandanças.

Ahhh!!! Segue o contato do nosso amigo Regivaldo (what’s up): 85-86926887. Pode ligar e ter certeza que vai ser muito bem atendido.

Curta abaixo nosso vídeo e deixe seu comentário. Você sempre é muito bem vindo!

Only registered users can comment.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.